Estava eu navegando, num tédio profundo, pelo twitter até que me deparei com “Faça amor, não faça a barba”, palavras ilustrativas de um twitteiro sobre um tumblr que reúne apenas imagens de homens barbados. Me chamou a atenção, porque, como muita gente por aí, eu não resisto a uma barbinha – bem feita ou mal feita, a única regra é ter estilo! E “ai” do meu namorado quando ele inventa de aparar demais, afinal, homem tem que ter cara de homem e não cara de baby – tá, vai, às vezes convém…

Enfim, para você, que como eu, não resiste a um bom bearded boy, lá vai:

O tumblr? Beardboys.

A dica? Deixar a barba crescer (e adotar um gatinho).

Desculpem-me os “desbarbados”, mas barba é fundamental.

(Aos amantes de barbas e seus respectivos amores barbados)